Compartilhe essa notícia

15 de março de 2010

Papa Bento XVI decretou o fim do Limbo - local destinado as crianças que morriam sem o batismo

.
.
.

O papa Bento XVI, decretou, em 2007, o fim do limbo. Por sorte, e por ter mais o que fazer, só fiquei sabendo disso agora.

 O "limbo" era o "local destinado às crianças que morriam, ou eram mortas, sem que fossem batizadas pela Igreja Católica". A palavra significa "borda". O limbo, segundo meu amigo e filósofo Paulo Pinga, é uma espécie de freezer, "um local muito ruim, que não tem nada pra fazer, um branco total, mas pintado de preto"; propício a que os pais das crianças ficassem com receio de não batizá-las e até pudessem fazer umas doações para a Igreja, quem sabe?

Problema maior é que as tais crianças mortas precocemente, além de morrer cedo, quando não batizadas, segundo essa papaiada e padraiada, iriam para o tal do limbo por culpa dos pais, já que um bebê não consegue, por conta própria, ligar para a sacristia e marcar o seu batismo, pegar um táxi e ficar lendo a Bíblia num domingo. E os coitados dos abortados então? Além de não nascerem, depois iriam morar no limbo!

E o mais interessante, que eu nunca poderia ter idéia, é que todo esse sofrimento poderia acabar, de um minuto para outro, com um decreto desse papa alemão! Não é demais!? A igreja obrigar todo mundo a ficar nesse limbo!? A sofrer esse tempo todo!? Quando poderia soltar esse decreto lá na Idade Média, ou até antes!? E "salvar" essa criançada inocente!

E olhem só o que ficou sem resolver: o que foi feito do pessoal que já estava no limbo? Já que quem escapou foi só quem seria limbado no futuro!? E se só foram livradas as crianças sem batismo, o que será dos adultos sem batismo? E o pessoal que viveu antes de Jesus Cristo?

E mais uma coisa! Já que esses negócios se resolvem por decreto, não dá pra acabar com o inferno também? Deixem lá só o céu e o purgatório (esse também logo deverá ser extinto por decreto papal, já que a exemplo do tal limbo, não aparece na Bíblia).

Fonte: "Mauro Carlos" Brasil Wiki!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente essa matéria.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...