Compartilhe essa notícia

28 de dezembro de 2010

Pastor da Assembléia de Deus Madureira e filho são indiciados após desfalque de R$15 milhões

.
.
O delegado Gustavo Henrique Bezerra da Cunha, do 2º Distrito Policial, em Braz Cubas, em 27 de novembro último o indiciou no Inquérito 361/2010 por falsidade ideológica e falsidade documental, conforme os artigos 299 e 307, do Código Penal, o pastor Gilberto Alves de Paula, de 58 anos, e o seu filho, o vice-presidente, pastor Toni Ebert Campos Araújo de Paula, de 28 anos, da Igreja Assembléia de Deus Ministério Madureira, localizada na Rua Cabo Diogo Oliver, no Bairro do Mogilar.

Segundo apurou a autoridade policial, pai e filho negaram no interrogatório que eram advogados e atribuíram a nomeação dada por publicações gospel a um engano de redação. Gilberto é bacharel em Ciências Jurídicas. O inquérito já foi relatado e encaminhado ao Fórum. O advogado dos pastores Marco Soares, presidente da OAB (Ordem dos Advogados de Mogi das Cruzes), que acompanhou todos os atos do inquérito, contestou a acusação contra os seus clientes e garantiu que “neste caso até a autoridade será responsabilizada”. Ele informou que “já foi impetrado habeas corpus para trancar o inquérito no Tribunal de Justiça, em São Paulo”.

Denúncia

Há 7 anos no comando da igreja na Cidade, Gilberto ainda é acusado de dar desfalque no valor estimado em R$ 15 milhões. O advogado Hernani Ferreira que era o responsável pelo Setor Jurídico da Assembléia de Deus, afirmou ontem a O Diário que se afastou após expor os problemas financeiros ao pastor, o qual, segundo ele, resolveu adiar uma solução amigável.

A situação financeira foi levantada após balanço realizado pela Comissão formada por conselheiros da igreja. “As verbas arrecadadas deveriam ter como objetivo despesas gerais; socorrer os membros necessitados, divulgar propaganda do evangélico e cuidar da manutenção do patrimônio”, disse Hernani.

Ele acrescentou que “o estatuto da igreja estabelece prestação de contas mensais aos conselheiros, o que nunca aconteceu”. O advogado justifica que “a comissão me procurou e colocou o problema em cima da mesa. E é lógico que como chefe do departamento jurídico tive que conversar com o pastor Gilberto e pedir que abrisse as contas da igreja aos conselheiros, que queriam informações sobre a receita”.

Após o pastor Gilberto ficar em silêncio diante da acusação de desfalque, Hernani disse que levou a questão ao presidente estadual da Assembléia de Deus, pastor Samuel Ferreira. “Ele lamentou o episódio e disse que, infelizmente, o caso era regional e fora de sua competência administrativa”, lembrou o advogado, fazendo questão de frisar que “procurei agir como conciliador”. Já o advogado Marco Soares ressalta que “o pastor Samuel não tomou conhecimento porque não existe irregularidades”.

O advogado Edmilson Vicente Ortega representando os conselheiros evangelistas Claudionor Ponciano de Oliveira, de 53 anos, e Milton de Oliveira Côrrea, de 46 anos, recorreu à Justiça. Além da prestação de contas, pediu o afastamento de Gilberto da igreja. A solicitação não foi acatada.

Em agosto último, o juiz Jurandir de Abreu Júnior, da 4ª Vara Cível, do Fórum de Mogi, mandou citar o pastor e concedeu o prazo para a contestação da acusação. Segundo o advogado Hernani, “houve uma contestação intepestiva, ou seja fora do prazo prescrito em lei”. A defesa do pastor refuta a informação.

Ainda de acordo com o ex-chefe do Departamento Jurídico, “o povo de Deus não quer escândalo, porém não pode suportar desvio de verbas da igreja, pois o pastor já recebe R$ 5 mil de salário, carros, seguranças, plano de saúde e moradia de luxo”.

O advogado Edmilson por causa de viagem de estudos ao Estados Unidos, passou o caso para o advogado João Bosco. Ele garante que continuará acompanhando o processo.

Fonte: O Diário de Mogi/G1gospel

9 comentários:

  1. Lamentável: acontecimentos gravíssimos está acontecendo na igreja assembléia de Deus ministério de madureira em mogi das cruzes e a liderança superior não toma nenhuma providencia, será porque, não tem explicação por menos eles mudam o pastor e resolve o problema, será que o valor é muito alto e eles sabe se mudar o pastor, eles tem que dar conta do dinheiro, porque os irmão não abri mão dos (VINTE MILHÕES) que foi desviado, está vergonha tem que ser solucionada´ a justiça já entro no caso e eles já sabe o que vai acontecer; o dinheiro é da igreja e não de pastor algum.

    ResponderExcluir
  2. Pergunta aos sábios:
    Porque será que a policia federal ainda não entrou no caso do desfalque da igreja assembléia de Deus de mogi das cruzes presidida pelo pastor Gilberto, estamos acompanhando as ações por todo o Brasil e os casos de corrupção estão sendo desvendados e os culpados punidos, será que os pastores estão brindados com que; o dinheiro ofertado pelos irmãos pode ser gasto como quer, sem prestar contas, vivem a margem da sociedade sem nenhum dever publico, ou vivemos em um outro Pais dentro do Brasil, dirigido por estes homens.

    ResponderExcluir
  3. Fraude, corrupção,os atos mais abominável e descarados foi alguns dias atrás publicado na pagina da AD BRAS a historia de um campo da vila solange em guainases,foi criado fraudando o estatuto para beneficiar a familia do pastor gilberto no inicio o Luciano genro e depois que através de nogociata com o pastor Samuel tomaram o campo de Guararema do pastor Emildo para o Luciano genro e colocaram o seu filho em guaianases,formando então uma quadrilha com um único objetivo desviar o dinheiro das igrejas obs. tanto o genro como o filha estão intimados a prestar contas nos autos da processo que está tramitando no foro de mogi das cruzes; e o campo de guianases sera reintegrado ao campo de mogi pela justiça desfazendo este fraude desta quadrilha que está operando em mogi.

    ResponderExcluir
  4. PALAVRA DO PRESIDENTE:

    O PRESIDENTE SAMUEL FERREIRA NO ANO E NA DATA DE 17-O5-2002 POR MOTIVOS SEM PROVAS SUBSTITUIU O PASTOR PAULINIO DE OLIVEIRA, PELO PASTOR GILBERTO, USANDO OS SEGUINTE TERMO, O GILBERTO É UM HOMEM INTEGRO TRANSPARENTE E DE MINHA INTEIRA CONFIANÇA, É UM DIAMANTE NEGRO, CONSTRANGINDO O PASTOR PAULINIO; DEPOIS DE 7ANOS O PASTOR GILBERTO ESTÁ INDICIADO POR FALSIDADE IDEOLÓGICA E DOCUMENTAL E DESVIO DO CX. DA IGREJA A IMPORTANCIA DE (15.383.000,00) ,DEVE MULTA AO MEIO AMBIENTE NO VALOR DE APROXIMADAMENTE 1.400.000,00, CONGREGAÇÃO ABANDONADA POR FALTA DE MANUTENÇÃO, NOSSA SEDE FOI DERRUBADA 15MTS. E ENTÃO SENHOR PRESIDENTE COMO VOCÊ EXPLICA ESTES FATOS. QUAL SERÁ A SUA JUSTIFICATIVA ESTAMOS AGUARDANDO , ESTE É DE SUA CONFIANÇA E OS DEMAIS TAMBÉM SÃO? PODEMOS CONCLUIR DO DIAMANTE NEGRO. SOBROU APENAS O NEGRO.

    ResponderExcluir
  5. A revista istoé do dia 13/07/2011 diz sobre os calote do bispo lider das assembleia de Deus, Manuel Ferreira é acusado de usar jaranja para abrir faculdade, dar golpe nos sócios e sonegar milhões em imposto.

    ResponderExcluir
  6. E agora a CONAMAD está enrolada com o Pastor Gilberto, ou Eles tiram Ele de Mogi ou serão processados juntamente com Ele por conivência é prevaricação, sera que Eles vão pagar para vê.

    ResponderExcluir
  7. Toda ação tem uma reação o Pastor Gilberto está exibindo um documento onde o promotor do foro de mogi das cruzes arquivou o processo de falsidade ideológica; foi arquivado porem não foi extinto e cada dia que passa mais provas surgem; portanto é só desarquivar o processo e fazer novas denuncia, e apresentar mais um caminhão de provas que Ele mesmo gerou. Se Ele ficasse quieto entrava no esquecimento porem Ele é muito inocente.

    ResponderExcluir
  8. O bispo Manuel Ferreira e seus filho que dirige a convenção conamad fizeram aliança com a igreja da unificação Rev. Moon fonte yuotobe.

    ResponderExcluir
  9. Um grupo mal intencionado entra com um processo.
    Aproveitando-se da existencia do processo, Coloca nas diversas mídias.
    Criam um barulho e muitos engolem sem procurar a verdade.
    FAZ MAIS DE UM ANO QUE O JUIZ JULGOU "IMPROCEDENTE"
    A igreja de Mogi segue em frente.

    Que o Senhor nosso Deus se lembre do responsável por este site.
    O Site colabora com os intentos de Satanás que veio destruir, matar e roubar.

    Pelo menos trabalhem com veracidade. Com justiça. Com honestidade.

    Meu Nome é Antonio e congrego na ADmogi

    ResponderExcluir

Comente essa matéria.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...